DOI:https://doi.org/10.3232/RHI.2016.%20V9.N1.02

O ethos científico e a ciência “pós-acadêmica” na visão de pesquisadores brasileiros

Vera Aparecida Lui Guimarães, Maria Cristina Piumbato Innocentini Hayashi

Resumen

Fundamentado no referencial teórico da Sociologia da Ciência este
artigo revisita o ethos da ciência mertoniano e a concepção de ciência pósacadêmica
evidenciado nas obras de John Michael Ziman. Essas diferentes
visões da ciência foram investigadas por meio de uma pesquisa empírica
com pesquisadores brasileiros de uma instituição federal de ensino superior.
Os resultados, obtidos por meio da aplicação de um questionário online,
demonstraram que apesar das mudanças significativas no novo modo de
organização e produção do conhecimento científico o ethos científico expresso
nos imperativos institucionais mertonianos (comunalismo, universalismo,
desinteresse e ceticismo organizado) ainda orienta as práticas e comportamento
científico e acadêmico de pesquisadores de diferentes áreas de conhecimento.
Vistas: 254
Descargas PDF: 743

 




Con el mecenazgo de
Universia
Avda. de Cantabria, s/n - 28660, Boadilla del Monte
Madrid, España
EMail: info@sjss.universia.net